Após solicitação do vereador Professor Anselmo, Câmara e PROCON realizam reunião com representantes de instituições bancárias e casas lotéricas do município

por André Estevam publicado 13/02/2015 13h34, última modificação 13/02/2015 13h34
Vereadores e Órgão fiscalizador cobraram cumprimento da Lei de espera e maior efetivo no atendimento aos munícipes em caixas das agências e pontuaram prazo para que seja cumprida a exigência

A Câmara do Município de Guariba, através de uma solicitação do vereador Professor Anselmo Pereira – PTB, realizou na noite de terça-feira dia 10 de fevereiro uma reunião com gerentes e representantes de instituições bancárias e lotéricas da cidade. O intuito da reunião foi solicitar que a Lei Nº. 2.079 de 04 de agosto de 2.005 fosse posta em prática. A determinada Lei obriga as agências bancárias, postos de atendimento bancário, casas lotéricas e agência dos correios, do município, colocar à disposição dos usuários, pessoal suficiente no setor de caixas, para que o atendimento seja efetuado em tempo razoável. No artigo 2º da Lei, o tempo razoável estimado seria em dias normais 15 (quinze) minutos e 30 (trinta) minutos em véspera ou após dias de feriados prolongados.

Ao iniciar, o vereador Anselmo comentou sobre uma situação que passou recentemente em determinada agência bancária, em que segundo ele, teve de esperar mais de duas horas na fila para trocar um único cheque. “Às vezes temos de sentir na pele para que consigamos entender determinadas situações”. Ele afirmou também que a reunião não seria para sabatinar gerentes nem instituições, mas sim para que fosse cumprida a Lei. Cobrou ainda melhores condições de maquinário destinado à população “como caixas eletrônicos que estão muitas vezes quebrados, falta de dinheiro feriados e finais de semana, e também o tratamento ríspido e muitas vezes mal educado dos atendentes”, diz ele que ainda informa que no ranking das reclamações do PROCON em primeiro lugar estão os serviços de telefonia e em segundo lugar as reclamações de demora em filas de agências e postos de serviços bancários.

Os representantes do PROCON que também estavam presentes, Marcelo, responsável por Guariba e Solange do núcleo regional de Ribeirão Preto, comentaram sobre o assunto. Marcelo explicou que recebeu inúmeras reclamações e que notificou todas às agencias bancárias e postos de serviços em relação à Lei, “e estaremos exigindo que seja cumprida”. Solange comentou os tramites que o PROCON realiza nestes casos, disse ainda que primeiramente antes das fiscalizações existe a conscientização, “que é realizada pelo Marcelo, mas esta fase já passou, agora estaremos partindo para o momento de fiscalização dos serviços prestados. Peço que cada um de vocês passe internamente esta proposta de melhora e que se cumpra o que está estabelecido. É inadmissível que isso esteja acontecendo nas agências. As pessoas precisam ser tratadas com respeito. Prestem atenção no código, e espero que consigamos melhorar estes serviços”, explica Solange.

A palavra foi franqueada aos presentes que puderam comentar em relação às suas agencias. Cada representante pode questionar e apresentar o seu plano de trabalho em relação aos atendimentos de clientes. Os vereadores Marcia do Branco, Juninho Leite, Zé Carioca e Jânio da São Carlos também questionaram alguns serviços prestados e apresentaram sugestões como, por exemplo, colocar um funcionário ou estagiário para fazer um serviço direcionado ao cliente logo na entrada da instituição (Serviço “Posso Ajudar”), facilitando o atendimento e reduzindo o tempo de espera. O Prefeito Dr. Francisco fez coro com os vereadores, exemplificando situações ocorridas com munícipes. Apresentou sugestões como, por exemplo, a instalação de caixas eletrônicos em locais mais apropriados.

Outra questão levantada foi o cumprimento da Lei Municipal Nº. 2.681 que dispõe sobre a instalação de câmeras de segurança nas áreas externas das agências bancárias, casas lotéricas, agência dos correios e correspondentes bancários. O fiscal Paulinho que também presente, solicitou a palavra e disse que toda equipe de fiscalização da prefeitura está cobrando que esta Lei seja cumprida.

O Presidente da Câmara vereador Marquinhos Osti ao final disse que a Câmara e todos os vereadores se empenham na realização desta reunião, visando melhorias no atendimento dos munícipes, prezando pelo respeito e bom atendimento por parte das agências. “A prestação de serviços precisa melhorar, estamos aqui querendo soluções de interesse do próprio banco. A Comissão de redação e Justiça formalizará as queixas e estará entregando em cada instituição bancária, feito isto, estaremos estipulando um período, que pode ser de 15 ou 20 dias, para que as instituições bancárias, casas lotéricas dentre outras possam cumprir a rigor esta Lei”, explica o Presidente da Câmara, que na sequencia encerrou a reunião.

 

 

André Estevam – Assessoria de Comunicação – Câmara do Município de Guariba

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.